Wednesday, May 06, 2009

Coimbra/Queima das Fitas

Na semana passada fui a Coimbra passar a noite (ou seja, jantar e passear), com o objectivo de conhecer a cidade, apoiar a minha caloira cunhada e conhecer o espírito de confraternização dos estudantes conimbrigenses. As conclusões que posso retirar da minha ida são:

Gajos bons: Imensos
Indivíduos com cérebro: Poucos
Gente sóbria: Raríssima
Um pedaço de chão limpo: Inexistente

Eh pah eu peço imensa desculpa se ofender alguém no decorrer do texto mas já há quase uma semana que o tenho andado para escrever e acho que isto tem de realmente ficar escrito.
Eu sei que no momento não pertenço a nenhuma Faculdade de Coimbra e que, por isso, não estou inserida no suposto "espírito de confraternização" dos estudantes. Mas há coisas que, por muito companheira que eu fosse, não poderia deixar passar em branco.

1º- Pessoas snobs. Tenho a dizer que amei o que um rapaz com os seus 20 anos disse no decorrer do jantar: "O quê? Tu comes o peito do frango? Que horror! É muita seca! Lá em casa, os meus pais também não comem. Deitamos pró lixo!". Ora isto dito por um rapaz que está no 2º ano de Direito e, supostamente, tem conhecimento da economia actual, só tenho um comentário a fazer: Snob!!!!

2º- Cidade. Ora, apesar de só a ter visto de noite, Coimbra pareceu-me bastante bonita. Mas...porque razão estão sacos de lixo no chão? Nunca ouviram falar em caixotes do lixo? É mesmo necessário uma pessoa pontapear o lixo enquanto deambula na via pública? Por god...

3º- Ruas. Meu Deus, todas as ruas em Coimbra são a subir. Ahhh

4º- Bêbados. Eu sei que é a queima das fitas e que é suposto os jovens divertirem-se. Mas será que para haver diversão é necessário as pessoas estarem a cair de bêbadas?!? Sim porque é bastante divertido ver gente a vomitar e a estarem sentadas num canto por não se conseguirem levantar.... Já para não falar de pessoas que queriam falar ao telefone com o sapato e da quantidade de mijo que foi derramada naquelas paredes e chão.

5º- Rituais/Estupidez. Podem-me só explicar porque é que um estudante em Coimbra, quando acaba o 1º ano se chama de Doutor?!? É que, para mim, Doutor é uma pessoa que tem um doutoramento e não alguém que ainda nem a licenciatura acabou. E depois..que história é essa da madrinha ou padrinho traçarem a capa ao afilhado caloiro, tornando-o doutor? É porque até é um ritual bonito e tal mas tem mesmo de se ir a determinado local fazer isso? É que estão centenas de pessoas a acotovelarem-se e a empurrarem apenas para chegarem a um sítio onde estão 5 minutos, dizem "já chega", dão meia volta e vão-se embora. Para qué????

6º- Ignorância. Em 6º e último, mas não menos importante lugar, quero falar da ignorância destas pessoas nowadays (não me lembro de algo em português). Conversa:
"-Ahh tu para mim não podes falar assim, eu sou doutora.
-Desculpa?!? Doutora?!? E eu sou trabalhador!
-Mas eu sou DOUTORA!"
Eu devo estar realmente maluca mas não compreendo o sentido disto. Como é que uma pessoa que está no 2º ano do seu tão querido e adorado curso (Neste caso em particular, Direito), basicamente a não fazer nada que contribua para o desenvolvimento do seu país e que, apesar de pagar proprinas, está a gastar dinheiro do Estado, se pode achar mais importante que as outras pessoas? (Mais uma vez, neste caso um trabalhador que desconta do seu ordenado pa sustentar esta cambada).

É pá se alguém percebe, por favor que me explique. É que eu estou farta de tentar perceber e não consigo. É por estas e por outras que o país está como está e dizem que esta juventude é decadente. Com exemplos como este, quem sou eu para os contrariar?!? Eu ainda tento ver o lado bom e positivo desta nova geração e muitas vezes nos defendo dos males com que nos acusam. Mas assim é impossível...

Mas isto também é só o que eu acho. Se calhar sou apenas eu que estou a endoidecer....

3 comments:

R. said...

a endoidecer ou a ficar velha ;)
mas eu devo estar a padecer do mesmo mal... se calhar e preciso estar la no papel deles para perceber ou entao e "so para o style"
Oh God

Sanxeri said...

Andas com sorte. Aqui nao ha gajos bons. lol

Anonymous said...

Eu estudo na Fac. de Direito em Coimbra e sou caloira e concordo na maioria das coisas que disses-te...!

Já quando estava a ser praxada sempre me recusei a ser tratada "a baixo de cão" por alguém que se auto-denomina de doutor (nem sei eu bem pqÊ). Sempre respondi à letra e tal a quem o merecesse! Por acaso até tive bastante sorte no grupo que calhei. Pessoas nada snobs, com mentalidades abertas, todos bastante inteligentes e pessoal que se ajuda sempre que preciso!

Quando às borracheiras.. uau. bem verdade. Na latada ou queima.. MEU DEUS! é só cadáveres e "capas" no chao! Um exagero...!

Mas, o espírito académico de coimbra é inegavelmente fantástico.! É sem duvida a melhor cidade académica de Portugal.. é A Cidade Académica!
Tou é a sentir alguma dificuldade com o curso. Acho que abusam a largo com a exigencia! Mas isto é so a minha opiniao... ;)